7 perguntas poderosas para criar sua marca pessoal

7 perguntas poderosas para criar sua marca pessoal

O Curriculum é a ferramenta de marketing mais importante para a abordagem de mercado. Seja em papel ou em seu formato digital, muito mais que um relato cronológico de experiências, o curriculum campeão na geração de entrevistas é aquele que o diferencia de outros competidores para o mesmo emprego, faz você subir na pilha de candidatos e na preferência do recrutador.

Novas formas de conseguir este efeito tem surgido e uma das que considero mais importante é a criação de uma marca pessoal. Alguns podem entender a criação de uma marca como algo que restringe as oportunidades profissionais. Sempre digo a meus clientes em processo de aconselhamento e recolocação profissional que a marca pessoal irá, na verdade, ajudar o recrutador a posicioná-lo frente a outros concorrentes e a construir a argumentação necessária para a recomendação de seu perfil como sendo o ideal para a oportunidade em questão.

Ser reconhecido como expert em monitoramento de redes sociais, um profissional apaixonado por startup de projetos, o recurso de TI com viés de negócios ou um vendedor acostumado a viabilizar o sucesso de produtos de alto valor agregado ajuda em muito os profissionais de RH a formarem uma imagem sobre seu perfil em detrimento dos profissionais que acreditam que possuir um Curriculum mais amplo e genérico permitirá que eles se encaixem em um número maior de vagas. O candidato que serve para qualquer posição ou não diz exatamente a que veio gera riscos e desconforto para o profissional de RH.

Como construir sua marca pessoal

Comece a construir uma mensagem vibrante que destaque sua vitalidade, características de liderança e proposta de valor única respondendo, a partir de sua experiência pessoal, a questões como:

  • O que te faz levantar da cama todos os dias e ir trabalhar?
  • Que tipo de conquista é sua maior paixão no trabalho?
  • Que talentos e características você possui que representam o melhor em sua área?
  • Como você atingiu os sucessos em sua carreira que mais beneficiaram sua empresa?
  • Que ações específicas você tomou?
  • Quais as contribuições críticas feitas por você em empregos anteriores que não teriam acontecido se você não estivesse lá?
  • Por quais características você quer se tornar conhecido?

Tome algum tempo para gerar as respostas mais honestas a estas questões. O Curriculum deve ser escrito ao redor de sua declaração de marca e proposta de valor. Este documento ganha outra dimensão se escrito de forma a fornecer evidências de sua imagem de marca e assim, deixar o seu discurso profissional muito mais estruturado, consistente e especialmente positivo e autêntico.

Compartilhe a dica com seus amigos:

Luciano Paiva

Luciano Paiva é Coach de Vida e Carreira. Após 20 anos no mundo corporativo, Luciano se dedica a inspirar pessoas a entender o sentido em suas atividades diárias e aplica-lo em sua vida pessoal e profissional.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial